quarta-feira, 11 de novembro de 2015

UM OUTRO NOME PARA O PAÍS


     Ivan lessa comumente apelidava o Brasil, em seus textos perfeitos, de "Bananão". Face aos últimos acontecimentos, acho que deveria ser "Novelão":
vejam, tem a "novela do empichamento", a "novela do lava-jato", a "novela da lavagem de dinheiro", a "novela do rompimento"... O número é interminável, embora todas tenham um final comum: uma festança, um carnaval que os pobres (incluo aí a imensa facção dos pobres de espírito, destituídos de um mínimo senso crítico) assistem extasiados, sabendo que elas jamais acabarão.

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

ATIVIDADES PROFISSIONAIS

      O arquiteto sonha com a ponte; o engenheiro a constrói. O advogado cobra o pedágio; o médico paga.